Decisão Motriz nos Jogos Esportivos Coletivos: implicações a partir da Comunicação Práxica

  • Bruno Minuzzi Lanes Universidade Federal de Santa Maria, (Brasil)
  • Felipe Menezes Fagundes Universidade Federal de Santa Maria, (Brasil)
  • João Francisco Magno Ribas Universidade Federal de Santa Maria, (Brasil)
  • Raquel Valente de Oliveira Universidade Federal de Santa Maria, (Brasil)
  • William Daniel Bitencourt Universidade Federal de Santa Maria, (Brasil)

Resumen

Os Jogos Esportivos Coletivos são modalidades que apresentam, em sua lógica interna, peculiaridades que lhes dão um caráter de dinâmica para essas práticas motrizes. Nesse sentido, a capacidade de decisão de um jogador torna-se fundamental para que se logre êxito no jogo. Assim, esse estudo tem como objetivo analisar o processo de Decisão Motriz nos Jogos Esportivos Coletivos, considerando os conhecimentos da Comunicação Práxica a partir da Praxiologia Motriz. Para isso, realizou-se uma pesquisa teórica, apresentando definições conceituais da Decisão Motriz, os conhecimentos da Comunicação Práxica, bem como as implicações dessas propostas nos Jogos Esportivos Coletivos.

Biografía del autor

Bruno Minuzzi Lanes, Universidade Federal de Santa Maria

Mestering em Educação Física da Universidade Federal de Santa Maria

Felipe Menezes Fagundes, Universidade Federal de Santa Maria

Mestrando em Educação Física da Universidade Federal de Santa Maria

João Francisco Magno Ribas, Universidade Federal de Santa Maria

Professor do Centro de Educação Física e Desporto da Universidade Federal de Santa Maria

Raquel Valente de Oliveira, Universidade Federal de Santa Maria

Mestranda em Educação Física da Universidade Federal de Santa Maria

William Daniel Bitencourt, Universidade Federal de Santa Maria

Mestrando em Educação Física da Universidade Federal de Santa Maria

Citas

Balzano, O. N. (2012). Metodologia dos Jogos Condicionados para o Futsal e Educação Física Escolar. Várzea Paulita-SP: Fontoura.

Demo, P. (2009). Pesquisa e construção de conhecimento: metodologia científica no caminho de Habermas. Río de Janeiro, Brasil: Tempo Brasileiro.

French, K.; Thomas, J. (1987). The relation of knowledge development to children's basketball performance. Journal of Sport Psychology, 9, 15-32.

Garganta, J. (2006). (Re) Fundar os Conceitos de Estratégia e Táctica nos Jogos Desportivos Colectivos, para promover uma eficácia superior. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, 5(20), 201-203.

Gaspar, P.; Ferreira, J. P.; Ruiz Pérez, L. M. (2005). Tomadas de Decisão no Desporto: o seu ensino em jovens atletas. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, 4(4), 95-111.

Graça, A. (2013). Os contextos sociais do Ensino e Aprendizagem dos Jogos Desportivos Coletivos. In: Nascimento, J. V.; Ramos, V.; Tavares, F. (Orgs.). (2013). Jogos Desportivos: formação e investigação (pp.79-102). Florianópolis: UDESC.

Greco, P. J. Cognição e Ação. (1999). In.: Samulski, M. D. (1999). Novos conceitos em treinamento esportivo (pp.119-154). Brasília: Publicações Indesp Série Ciências do Esporte.

Greco, P. J.; Benda, R. N. (1998). Iniciação Esportiva Universal: Da aprendizagem motora ao treinamento técnico. Belo Horizonte: Editora UFMG.

Greco, P.J. (2006). Conhecimento tático-técnico: modelo pendular do comportamento e da ação nos esportes coletivos. Revista Brasileira de Psicologia do Esporte e do Exercício, 20(1), 107-129.

Hernández Moreno, J.; Rodríguez Ribas, J. P. (2004). La Praxiologia Motriz: fundamentos y aplicaciones. Barcelona-Espanha: INDE Publicaciones.

Lagardera, F.; Lavega, P. (2003). Introducción a la praxiología motriz. Barcelona: Editorial Paidotribo.

Lanes, B. M.; Marques Filho, C. V.; Souza, D. L.; Fagundes, F. M.; Oliveira, R. V. de. (2017). Voleibol e a Praxiologia Motriz. In: Ribas, J. F. M. (ORG.). (2017). Praxiologia Motriz na América Latina: aportes para a didática na Educação Física (pp.313-320). Ijuí: Unijuí.

Lavega, P. (2008). Classificação dos Jogos, Esportes e as Práticas Motrizes. In: Ribas, J. F. M. (Org.). (2008). Jogos e esportes: fundamentos e reflexões da Praxiologia Motriz (pp.81-104). Santa Maria: Editora da UFSM.

Balzano, O. N. (2012). Metodologia dos Jogos Condicionados para o Futsal e Educação Física Escolar. Várzea Paulita-SP: Fontoura.

Demo, P. (2009). Pesquisa e construção de conhecimento: metodologia científica no caminho de Habermas. Río de Janeiro, Brasil: Tempo Brasileiro.

French, K.; Thomas, J. (1987). The relation of knowledge development to children's basketball performance. Journal of Sport Psychology, 9, 15-32.

Garganta, J. (2006). (Re) Fundar os Conceitos de Estratégia e Táctica nos Jogos Desportivos Colectivos, para promover uma eficácia superior. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, 5(20), 201-203.

Gaspar, P.; Ferreira, J. P.; Ruiz Pérez, L. M. (2005). Tomadas de Decisão no Desporto: o seu ensino em jovens atletas. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, 4(4), 95-111

Graça, A. (2013). Os contextos sociais do Ensino e Aprendizagem dos Jogos Desportivos Coletivos. In: Nascimento, J. V.; Ramos, V.; Tavares, F. (Orgs.). (2013). Jogos Desportivos: formação e investigação (pp.79-102). Florianópolis: UDESC.

Greco, P. J. Cognição e Ação. (1999). In.: Samulski, M. D. (1999). Novos conceitos em treinamento esportivo (pp.119-154). Brasília: Publicações Indesp Série Ciências do Esporte.

Greco, P. J.; Benda, R. N. (1998). Iniciação Esportiva Universal: Da aprendizagem motora ao treinamento técnico. Belo Horizonte: Editora UFMG.

Greco, P.J. (2006). Conhecimento tático-técnico: modelo pendular do comportamento e da ação nos esportes coletivos. Revista Brasileira de Psicologia do Esporte e do Exercício, 20(1), 107-129.

Hernández Moreno, J.; Rodríguez Ribas, J. P. (2004). La Praxiologia Motriz: fundamentos y aplicaciones. Barcelona-Espanha: INDE Publicaciones.

Lagardera, F.; Lavega, P. (2003). Introducción a la praxiología motriz. Barcelona: Editorial Paidotribo.

Lanes, B. M.; Marques Filho, C. V.; Souza, D. L.; Fagundes, F. M.; Oliveira, R. V. de. (2017). Voleibol e a Praxiologia Motriz. In: Ribas, J. F. M. (ORG.). (2017). Praxiologia Motriz na América Latina: aportes para a didática na Educação Física (pp.313-320). Ijuí: Unijuí.

Lavega, P. (2008). Classificação dos Jogos, Esportes e as Práticas Motrizes. In: Ribas, J. F. M. (Org.). (2008). Jogos e esportes: fundamentos e reflexões da Praxiologia Motriz (pp.81-104). Santa Maria: Editora da UFSM.

Lima, C. O. V. (2008). Desenvolvimento do Conhecimento Tático Declarativo e Processual no Processo de Ensino-Aprendizagem-Treinamento do Voleibol Escolar. 2008. 166f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

Matias, C. J. A. da S. (2009). O Conhecimento Tático Declarativo e a distribuição de jogo do levantador de Voleibol: da formação ao alto nível. 2009. 260 f. Dissertação (Mestrado em Educação Física) - Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte.

Matias, C. J.; Greco, P. J. (2010). Cognição & ação nos jogos esportivos coletivos. Ciências & Cognição, 15(1), 252-271.

Oliveira, A. F.; Beltrão, B. F.; Silva, F. V. (2003). Metacognição e hemisfericidade em jovens atletas: direcionamento para uma pedagogia de ensino desportivo. Revista Paulista de Educação Física, 1(17), 5-15.

Parlebas, P. (2001). Juegos, deporte y sociedad. Léxico de Praxiología Motriz. Barcelona: Paidotribo.

Ribas, J. F. M. (2014). Praxiologia motriz e voleibol: elementos para o trabalho pedagógico. Ijuí: Unijuí.

Ruiz Pérez, L. M. (2000). Estilos de decisión en el deporte: análisis del proceso personal de toma de decisiones en el deporte mediante el cuestionario de toma de decisiones en el deporte. CETD Infocoes, 5(2), 70-80.

Samulski, D. M. (2002). Psicologia do Esporte: Manual para a Educação Física, Psicologia e Fisioterapia. São Paulo: Manole,

Sisto, F.; Greco, P. J. (1995). Comportamento Tático nos Jogos Esportivos Coletivos. Revista Paulista de Educação Física, 1(9), 63-68.

Soares, L. E. S. Dos; Gomes-Da-Silva, P. N.; Ribas, J. F. M. (2012). Comunicação motriz nos jogos populares: uma análise praxiológica. Movimento, 18(3), 159-162.

Teodorescu, L. (1984). Problemas de teoria e metodologia nos jogos esportivos. Lisboa: Livros Horizonte.
Publicado
2017-12-29
Cómo citar
Minuzzi Lanes, B., Menezes Fagundes, F., Magno Ribas, J., Valente de Oliveira, R., & Bitencourt, W. (2017). Decisão Motriz nos Jogos Esportivos Coletivos: implicações a partir da Comunicação Práxica. Educación Física Y Ciencia, 19(2), e33. https://doi.org/10.24215/23142561e033
Sección
Artículos