Educación Física escolar en la visión de los alumnos de enseño medio

  • Rennan Ripari Centro Universitário Adventista de São Paulo, campus Hortolândia, (Brasil)
  • Magda Jaciara Andrade de Barros Centro Universitário Adventista de São Paulo, campus Hortolândia (UNASP-HT). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), (Brasil)
  • Josiane Fujisawa Filus de Freitas Universidade Federal da Grade Dourados (UFGD), (Brasil)
  • Thiago José Leonardi Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), (Brasil)

Resumen

El objetivo del presente estudio fue verificar la opinión que los alumnos tienen sobre la Educación Física escolar. Específicamente, se buscó investigar las opiniones de los alumnos del Enseño Medio a respecto de las clases de Educación Física y cual la importancia de la disciplina. Los datos fueran colectados a partir de un cuestionario conteniendo 14 cuestiones a 205 alumnos divididos entre primer y tercer año del Enseño Medio de escuelas públicas y privadas de la Región Metropolitana de Campinas, en Brasil. Con este estudio, constatamos qué en la opinión de los alumnos, la Educación Física es una disciplina atractiva, sin embargo ellos no la consideran una de las más importantes.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

Antunes, F. H. C., & Dantas, L. (2010). Sistematização do conhecimento declarativo em educação física escolar de 5ª à 8ª séries do ensino fundamental. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, 24(2), 205-221.

Baccarelli, M. R. T., Ruella, L. C., Galatti, L. R., & Silvestre, C. H. (2010). Relacionamento interpessoal professor-aluno na educação física. Conexões, 8(2).

Betti, I. C. R. (1992). O prazer em aulas de educação física escolar: a perspectiva discente. Mestrado, Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

Betti, I. C. R. (1995). Educação física escolar: a percepção discente. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, 16(3), 158-167.

Betti, M., & Liz, M. T. F. (2003). Educação física escolar: a perspectiva de alunas do ensino fundamental. Motriz, 9(3), 135-142.

Betti, M., & Zuliani, L. R. (2009). Educação física escolar: uma proposta de diretrizes pedagógicas. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, 1(1).

Bidutte, L. d. C. (2001). Motivação nas aulas de educação física em uma escola particular. Psicologia Escolar e Educacional, 5(2), 49-58.

Bracht, V. (2010). Educação Física no Ensino Fundamental. Paper presented at the I SEMINÁRIO NACIONAL: CURRÍCULO EM MOVIMENTO, Belo Horizonte.

Brandolin, F., Koslinski, M., & Soares, A. J. G. (2015). A percepção dos alunos sobre a educação física no ensino médio. Journal of Physical Education, 26(4), 601-610.

Base Nacional Comum Curricular: Proposta Preliminar (2016).

Caviglioli, B. (1976). Esporte e Adolescentes (1 ed.). Paris: J. VRIN.

Damasceno, A. L., de Freitas, J. F. F., & Leonardi, T. J. (2017). A motivação na participação dos alunos de 7º e 9º ano nas aulas de educação física. Horizontes, 4(8), 171-179.

Daolio, J. (1996). Educação Física Escolar: em busca da pluralidade. Revista Paulista de Educação Física(2), 40-42.

Darido, S. C. (2004). A educação física na escola e o processo de formação dos não praticantes de atividade física. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, 18(1), 61-80.

Darido, S. C., Rangel-Betti, I. C., Ramos, G. N. S., Galvão, Z., Ferreira, L. A., MOTA E SILVA, E. V., . . . Cunha, F. (2001). A educação física, a formação do cidadão e os parâmetros curriculares nacionais. Revista Paulista de Educação Física, São Paulo, 15(1), 17-32.

de Oliveira, M. A. T. (2006). Existe espaço para o ensino de Educação Física na escola básica? Pensar a Prática, 2, 119-135.

Ferreira, M. L. d. S., Graebner, L., & Matias, T. S. (2014). Percepção de alunos sobre as aulas de educação física no ensino médio. Pensar prát.(Impr.), 17(3), 734-750.

Fonseca Filho, G. S., Marinho, G. M., Alves, J. M., Oliveira, D. A. S., & Fagundes, J. L. C. (2011). Percepção dos alunos de uma escola pública em relação às aulas de educação física. Encontro Estadual de Didática e Prática de Ensino, 4, 57-70.

Franco, F. C. (1998). O professor de Arte: perfil do profissional que atua no ensino fundamental de escolas públicas paulistas, com alunos de 5a a 8a séries: São Paulo: PUC. Dissertação de mestrado.

Freire, J. B. (1991). Educação de corpo inteiro: teoria e prática da educação física (2 ed.). São Paulo: Scipione.

Freire, J. B., & Scaglia, A. J. (2003). Educação como prática corporal (1 ed.). São Paulo: Scipione.

Freitas, J. F., da Silva, J. E. B., Lacerda, M. R. A., & Leonardi, T. J. (2016). A identidade da educação física escolar sob o olhar dos alunos do 5º ano do ensino fundamental I. Pensar a Prática, 19(2), 396-409.

Kunz, E. (2004). Transformação didática-pedagógica do esporte (6 ed.). Ijuí: Unijuí.

Lima, A. C. M. (2013). Motivação nas aulas de educação física.

Lovisolo, H. (1995). Educação física <i style=""> : a arte da mediação (1 ed.). Rio de Janeiro: Sprint.

Milani, A. G., & Darido, S. C. (2016). Os conteúdos atitudinais no currículo de educação física do estado de São Paulo. Pensar a Prática, 19(2), 448-461.

Ministério da Educação (2016) Base Nacional Comum Curricular: Proposta Preliminar. Recuperado de: http://historiadabncc.mec.gov.br/documentos/bncc-2versao.revista.pdf

Moreira, E. C., Pereira, R. S., & Lopes, T. C. (2009). Indicativos que justificam uma Educação Física participada e planejada: uma investigação no Ensino Médio. Coleção Pesquisa em Educação Física, 8(2), 137-144.

Palma, A. P. T. V., Oliveira, A. A. B., & Palma, J. A. V. (2010). Educação Física e a organização curricular: educação infantil, ensino fundamental, ensino médio. Londrina: Eduel.

Proposta curricular do Estado de São Paulo: Educação Física (2013). Secretaría de Educación. São Paulo.

Schwartz, G. M. (1998). As atividades expressivas no contexto da educação física: Parâmetros motivacionais e de aderência. Revista Mineira de Educação Física. Retrieved from lt;http://www.revistamineiradeefi.ufv.br/artigos/arquivos/e855f3b de72b4f5a95f02420ffdaf746.pdf>

Souza, J. A., & Paixão, J. A. (2015). A prática do bom professor de Educação Física na perspectiva dos alunos do ensino médio. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 96(243), 399-415.

Standage, M., Duda, J. L., & Ntoumanis, N. (2003). A model of contextual motivation in physical education: Using constructs from self-determination and achievement goal theories to predict physical activity intentions. Journal of educational psychology, 95(1), 97.

Vago, T. M. (2009). Pensar a educação física na escola: para uma formação cultural da infância e da juventude. Cadernos de formação RBCE, 1(1), 25-42.
Publicado
2018-04-27
Cómo citar
Ripari, R., Barros, M., Freitas, J., & Leonardi, T. (2018). Educación Física escolar en la visión de los alumnos de enseño medio. Educación Física Y Ciencia, 20(2), e049. https://doi.org/10.24215/23142561e049
Sección
Artículos