Pilates: efeitos na forca e imagem corporal de mulheres sedentárias

  • Catiane Souza Faculdade Social da Bahia, (Brasil)
  • Emanuelle Francine Detogni Schmit Cesuca- Complexo de Ensino Superior de Cachoeirinha, (Brasil)
  • Edgar Santiago Wagner Neto Universidade Federal do Rio Grande do Sul, (Brasil)
  • Cloud Kennedy Couto de Sá Universidade Estadual de Feira de Santana, (Brasil)
  • Jefferson Fagundes Loss Universidade Federal do Rio Grande do Sul, (Brasil)

Resumen

O presente estudo teve por objetivo avaliar a imagem corporal e a força de praticantes inexperientes ao longo de 30 sessões de Pilates. Participaram 19 mulheres sedentárias sem contato prévio com o método e idade entre 21 e 35 anos, submetidas a 30 sessões de Pilates em turmas de quatro alunas, duas vezes por semana. As avaliações foram realizadas em cinco momentos: antes do período controle de um mês, antes da intervenção, após dez sessões, após 20 sessões e após 30 sessões. Foi avaliada a força de preensão palmar como representativa da força geral, de forma complementar a força dos extensores do tronco e a imagem corporal que foi avaliada pela diferença da imagem de corpo considerada atual e ideal, a partir de uma Escala de Imagem Corporal. Ao longo de trinta sessões de método Pilates a força dos extensores da coluna apresentou diferença estatística e tamanho de efeito grande entre o período pré e pós-intervenção (. = 9,50; . = -0,537; z = -3,311; p = 0,001). A imagem corporal e a preensão palmar não foram alteradas.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Citas

American College of Sports Medicine (ACSM) (2011). Manual do ACSM para avaliação da aptidão física relacionada à saúde. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.

Bosi, M. L. M, Luiz, R. R, Morgado, C. M. C, Costa, M. L. S & Carvalho, R. J. (2006). Auto percepção da imagem corporal entre estudantes de nutrição: um estudo no município do Rio de Janeiro. Jornal Brasileiro dePsiquiatria 55(2). Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0047-20852006000200003&script=sci_abstract&tlng=pt

Christopher, G., Casebolt, J., Silver, T. & Kwon, Y. (2007) Effects of a pilates exercise program on core strenght in females. ISBS-Conference Proceedings Archive. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5005852/

Costa, L. M. R., Roth, A. & Noronha, M. (2012) O método pilates no Brasil: uma revisão de literatura. Arquivos Catarinenses de Medicina 41(4), p. 87-92. Disponível em: http://www.acm.org.br/revista/pdf/artigos/1151.pdf

Cruz-Ferreira, A., Fernandes, J., Gomes, D., Bernardo, L. M., Kirkcaldy, B. D., Barbosa, T. M. & Silva, A. (2011) Effects of Pilates-based exercise on life satisfaction, physical self-concept and health status in adult women. Women Health, 51(3) 240-55. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/5a78/99cad99ea4eecd163019ae50f42d02c4b2a2.pdf

Damasceno, V. O, Lima, J. R. P, Vianna, J. M, Vianna, V. R. A & Novaes, J. S. (2005) Tipo físico ideal e satisfação com a imagem corporal de praticantes de caminhada. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. 11(3). Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922005000300006

Di Lorenzo, C. E. (2011) Pilates: What Is It? Should It Be Used in Rehabilitation? Sports Health, 3(4) 352. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23016028

Donahoe-Fillmore B, Hanahan N, Mescher M, Clapp D, Addison N & Weston C. (2007). The effects of a home Pilates program on muscle performance and posture in healthy females: a pilot study. Journal of Women's Health Physical Therapy. 31 6-11. Disponível em: http://ecommons.udayton.edu/cgi/viewcontent.cgi?article=1026&context=dpt_fac_pub

Dufton (2003), J. The Pilates Difference. Basic Health Pubn Incorporated. London, Great Britain.

Ferreira, C. B., Aidar, F. J., Novaes, G. D. S., Vianna, J. M., Carneiro, A. L & Menezes, L. D. S. (2007). O método Pilates® sobre a resistência muscular localizada em mulheres adultas. Motricidade, 3(4) 76-81. Disponível em: http://www.redalyc.org/pdf/2730/273020485007.pdf

Field, A. (2009) Descobrindo a estatística usando o SPSS-2. Bookman. Porto Alegre, Brasil.

Gallagher, S. y Kryzanowska, R. (2000) O Método Pilates® de Condicionamento Físico. 3 ed. The Pilates® Studios Brasil.

Godoy, R. F.(2002) Benefícios do exercício físico sobre a área emocional. Movimento (ESEF/UFRGS) 8(2), 7-15. Disponível em: http://www.seer.ufrgs.br/Movimento/article/download/2639/1265

Kolyniak, I. E. G., Cavalcanti, S. M. B. & Aoki, M. S. (2004) Isokinetic evaluation of the musculature involved in trunk flexion and extension: Pilates© method effect. Revista Brasileira de Medicina do Esporte, 10(6) 487-493. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1517-86922004000600005&script=sci_arttext&tlng=en

Latey, P. (2001) The Pilates method: History and philosophy. Journal of Bodywork and Movement Therapies, 5(4), 275-282. Disponível em: http://activepilates.com.br/producoes/LATEY-2001-Pilates-History-Philosophy.pdf

Madrid, B., Almeida, J. A. D., Silva, G. F., Cruz, R. D. S., Sales, M. M. D. & Rauber, S. B. (2010) Correlação entre força de preensão manual, distância da prega palmar média e circunferência de antebraço. Revista de Educação Física, 15-19. Disponível em: http://177.38.96.106/index.php/revista/article/view/235

Maldonado, G. D. R. (2006) A educação física e o adolescente: a imagem corporal e a estética da transformação na mídia impressa. Revista Mackenzie de Educação Física e Esporte, 5(1), 59 - 76. Disponível em: http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/remef/article/view/1302

Miranda, V. P. N., Filgueiras, J. F., Mockdece, C. N., Teixeira, P. C. E & Ferreira, M. E. C. (2012) Insatisfação corporal em universitários de diferentes áreas de conhecimento. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, 61, 25-32. Disponível em: http://www.ipub.ufrj.br/portal/jbp/61/01/06%20_JBP_61(1).pdf

Muscolino, J. E. y Cipriani, S. (2004). Pilates and the “powerhouse”-I. Journal of Bodywork and Movement Therapies, 8(1), 15-24. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S1360859203000573

Neumark-Sztainer, D., Eisenberg, M. E., Wall, M. & Loth, K. A. (2011) Yoga and Pilates: associations with body image and disordered-eating behaviors in a population-based sample of young adults. International Journal of Eating Disorders, 44(3), 276-80. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC3010485/

Novaes, J. V y Vilhena, J. (2003) De cinderela a moura torta: sobre a relação mulher, beleza e feiura. Interações, 8(15), Campo Grande. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_nlinks&ref=000195&pid=S1414-3283201200020001000017&lng=pt

Oliveira F. P., Bosi M. L. M., Vigário P. S., &Vieira R. S. (2003) Comportamento alimentar e imagem corporal em atletas. Revista Brasileira de Medicina do Esporte. 9(6) 348-356. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/%0D/rbme/v9n6/18934.pdf

Pilates, J. H., Miller, W. J. (1934) Your Health. Incline Village, Estados Unidos da América

Quadros, T. M. B, Gordia, A. P. M, Rebolho, C, Silva, D. A. S, Ferrari, E. P & Petroski, E. L. (2010) Imagem corporal em universitários: associação com o estado nutricional e sexo. Motriz. 16(1).

Rossi, D. M., Morcelli, M. H., Marques, N. R., Hallal, C. Z., Gonçalves, M., ... & Navega, M. T. (2004) Antagonist coactivation of trunk stabilizer muscles during Pilates exercises. Journal of Bodywork and Movement Therapies, 18(1). Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/24411147

Sante, A.B. y Pasian, S. R. (2011) Imagem Corporal e características de personalidade de mulheres solicitantes de cirurgia plástica estética. Psicologia: Reflexão e Crítica 24 (3) 429 – 37. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-79722011000300003

Schilder, P. (1999) A imagem do corpo: as energias construtivas da psique. 3.ed. SãoPaulo, SP. Martins Fontes.

Serafini, G., Vargas, I. Q., Junior, L. Y. E & Tocha, C. P. (2014) Avaliação da imagem corporal em praticantes do Método Pilates. Revista Brasileira de Reabilitação e Atividade Física 3(1).

Siler, B. (2008) Corpo Pilates, O. Grupo Editorial Summus. São Paulo, Brasil

Souza, E. F., Cantergi, D., Mendonça, A., Kennedy, C. & Loss, J. F. (2012) Electromyographic analysis of the rectus femoris and rectus abdominis muscles during performance of the hundred and teaser pilates exercises. Revista Brasileira de Medicina do Esporte 18(2) 105-108. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-86922012000200008

Souza, C., Silveira, E. M. , Schmit, E. F. D. , Neto, E. S. W. , Costa, L. M. R. , Kennedy, C. & Loss, J. F. (2017) Desenvolvimento de uma escala de imagem corporal para mulheres brasileiras. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano, 19. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1980-00372017000500608&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

World Health Organization. (2005). Promoting mental health: concepts, emerging practice. Geneva: World Health Organization.

HTML generado a partir de XML-JATS4R por
Publicado
2020-03-06
Cómo citar
Souza, C., Detogni Schmit, E., Wagner Neto, E., Couto de Sá, C., & Fagundes Loss, J. (2020). Pilates: efeitos na forca e imagem corporal de mulheres sedentárias. Educación Física Y Ciencia, 22(1), e118. https://doi.org/10.24215/23142561e118
Sección
Artículos